Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
Os processos de descontaminação pessoal, de equipamentos e da própria sede da Guarda Municipal já entraram para a rotina de trabalho da corporação. Atualmente, a ordem do dia dos guardas inclui descontaminar desde as solas dos coturnos até o pátio do quartel. Materiais de uso compartilhado, como armamento, bastões e rádios HTs (hand-talk), são higienizados diariamente. Viaturas são limpas ao final de cada turno de serviço e as instalações da sede da Guarda passam por revista minuciosa, com aplicação de produto à base de quaternário de amônio uma vez por semana. Todo o trabalho visa à proteção dos 113 guardas contra a covid-19.

Já na entrada da sede, bandejas com mistura de hipoclorito de sódio e água são dispostas para limpeza dos calçados. No setor de armaria, depósito de equipamentos entregue aos guardas, a limpeza é metódica. “Cada item que chega passa por limpeza específica, antes de ser guardado”, explicou o GM Marcos, empenhado no setor. Nas viaturas, a assepsia fica por conta de quem usou o veículo. “A gente faz a limpeza sempre. É a nossa saúde e nossa vida que estão em questão. A intenção é proteger cada um dos companheiros de trabalho. Andamos juntos na viatura e, por isso, temos que redobrar a prevenção”, afirmou a GM Ana.

As dependências da sede da Guarda também estão sendo sempre higienizadas. Semanalmente, toda a unidade é pulverizada com produto específico para controle da carga biológica sobre superfícies. Dependências externas, como pátio, escadas de acesso e corrimãos, bem como áreas internas, que abrigam os serviços administrativos, recebem ação descontaminante. O trabalho contempla até o lado de fora da sede, abrangendo os passeios na via pública, onde se localiza o quartel.

Diariamente, a sede da Guarda Municipal, no Bairro São Bernardo, recebe grande fluxo de pessoas e de veículos. O incremento das medidas de higienização busca reduzir os riscos de propagação e de contágio da covid-19, tanto no ambiente de trabalho, como na comunidade no entorno.

Por ser órgão de serviços essenciais, ligado à Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a GM não está tendo interrupção de atividades no período de quarentena. Todos os serviços do setor se mantêm em atividade.

Fotos: Divulgação

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.