Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
Nesta sexta-feira, 26, é comemorado o “Dia do Guarda Municipal”. A data foi instituída pela Lei Municipal nº 13.687, em 2018, como reconhecimento do trabalho realizado pela categoria na cidade. Diante da atual situação de pandemia, a corporação destaca sua força de trabalho como o maior presente a oferecer ao Município e ao cidadão. Por ser órgão de serviços essenciais, ligado à Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), suas atividades estão sendo intensificadas neste período. Novos projetos foram colocados em funcionamento, e toda a equipe atua diretamente em ações de enfrentamento à crise sanitária junto à comunidade. São 114 integrantes em penhados, sob o lema de “Servir e Proteger”.

Nos últimos meses, a Guarda vem firmando compromisso com diversas ações de enfrentamento à pandemia. A corporação integra a força tarefa que fiscaliza o cumprimento das regras estabelecidas em decretos, participa das ações do comboio contra o coronavírus, mantém a “Ronda SUS” (Sistema Único de Saúde), projeto de apoio em segurança ao setor, e está abrindo nova frente de ação, com o trabalho de descontaminação em espaços afetados pelo coronavírus. O órgão também vem garantindo respaldo para a população fazer denúncia de descumprimentos às determinações municipais. Sua central telefônica foi disponibilizada para este fim. Desde março, o telefone 153 já recebeu cerca de três mil ligações para averiguação.

Criada há 11 anos, a Guarda Municipal de Juiz de Fora desenvolve ações de prevenção e de proteção em segurança pública, em parceria com outros setores da administração municipal e do sistema de defesa social. “O foco principal da instituição é o trabalho comunitário, voltado para à inserção do agente na área de atuação, promovendo a melhoria de sensação de segurança naquele espaço e estabelecendo relação de confiança com a sociedade. Cada procedimento dos guardas se baseia na legalidade e no respeito aos princípios constitucionais e aos direitos humanos. Afinal, ele é agente do poder público e responde por cada ato seu”, afirmou a comandante da corporação, Emilce de Castro.

Para ser guarda municipal é preciso passar por concurso público e treinamento específico. O conteúdo do curso de formação inclui disciplinas como Ética, Relações Humanas, Direitos Humanos, Espaço Público, Técnicas e Procedimentos Operacionais, Combate a Incêndios, Noções Básicas de Primeiros Socorros, Gestão Integrada da Segurança Pública, Movimentos Sociais e Atividades Sócio-pedagógicas, entre outras.

Atualmente, a Guarda está presente em diversos postos de serviços, como o de apoio à fiscalização de posturas, rondas preventivas, equipes de motoapoio e ambiental, além de atendimento a pontos como a Prefeitura, Casa da Mulher e Centro de Controle e Monitoramento (CCE) da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra). A instituição integra ainda diversos órgãos de representação da sociedade civil organizada.

Foto: Divulgação

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.