Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
Na última semana, nova deliberação do programa do Governo do estado, o “Minas Consciente”, proibiu o consumo no interior de restaurantes e padarias, devido à pandemia do coronavírus. Com a mudança, os estabelecimentos estariam restritos ao delivery e à venda de balcão. Contudo, em Juiz de Fora, o consumo nestes setores permanece liberado, desde que mantidos o distanciamento das mesas e os protocolos de segurança e higienização, sem self-service. Os restaurantes podem funcionar de segunda a sábado, das 11 às 15 horas. Domingos e feriados, somente delivery ou entrega no balcão.

A decisão de manter estes serviços foi tomada na noite de terça-feira, 14, durante reunião do Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19. Contudo, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) consultará o Governo estadual sobre o tema, formalizando a decisão do Município junto ao “Minas Consciente”. Enquanto não houver este retorno, o consumo será permitido.

Celebrações religiosas presenciais seguem proibidas

Outra pauta discutida na reunião foi a reavaliação sobre restrição de atividades presenciais em templos religiosos. Em 4 de julho foi publicado novo decreto municipal, restringindo a realização destes eventos. Até então, estavam liberadas celebrações, com presença de até 30 pessoas.

Apesar de rediscutir o assunto, membros do Comitê decidiram que as celebrações religiosas seguem proibidas em Juiz de Fora, dada a evolução do quadro epidemiológico local, com o aumento de casos confirmados, suspeitos e mortes por covid-19. O assunto será debatido novamente na próxima reunião, no dia 21.

Evento em sistema “drive-in”

O Comitê recebeu também requerimento solicitando a liberação de eventos em sistema “drive-in”. Como modalidade de serviço novo, que não consta nos protocolos do “Minas Consciente”, o Comitê deliberou por consultar o Governo do estado, para verificar se há normas estabelecidas para este tipo de atividade, e se o serviço poderá ser liberado em Juiz de Fora.

Foto: Gil Velloso




uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.