Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) publicou nesta quinta-feira, 24, nova resolução que estabelece a regressão do município para a onda vermelha do programa do estado “Minas Consciente”, mas com restrições, só permitindo a atividade de serviços essenciais, assim como ocorreu em março, no início da pandemia. Tal medida foi definida pelo Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19 (coronavírus), em reunião realizada de forma extraordinária na terça-feira, 22, devido ao agravamento do quadro epidemiológico da cidade. A resolução 006 passa a valer a partir de sábado, 26, com duração de 14 dias. 

Desde o início da pandemia, Juiz de Fora já regista 462 óbitos, 12.989 casos confirmados e 43.025 suspeitos. Nos últimos 15 dias, a cidade contabilizou 2.345 novos casos da doença e 101 óbitos. A taxa de hospitalização em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) particular chegou a 98% na noite de terça-feira e no Sistema Único de Saúde a quase 85%.

Está permitido:

- Hospitais, clínicas (incluindo veterinárias), farmácias, lavanderias, serviços de limpeza e hoteis;

- Supermercados e congêneres, incluindo produtos para animais, padarias, açougues, peixarias, bem como entrega e retirada no balcão de bares e restaurantes;

- Transportadoras, postos de combustíveis e derivados, armazéns, oficinas de veículos automotores e bancas de jornal;

- Serviços de segurança privada;

- Meios de comunicação social;

- Atividades religiosas somente através de reuniões, missas e cultos remotos e virtuais, com no máximo 30 pessoas no ambiente de transmissão;

- Telecomunicação e internet;

- Lotéricas e bancos;

- Funerárias.

*Cabe aos estabelecimentos privados observarem as restrições, bem com a adoção de medidas sanitárias.

Está proibido:

- Atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, o que inclui, shoppings, galerias, salões de beleza, academias, bares, clubes, etc;

- Eventos e atividades com presença de público;

- Consumo local em bares, restaurantes, padarias e supermercados;

- Consumo de bebidas alcoólicas em quaisquer estabelecimentos privados autorizados a funcionar e em quaisquer espaços públicos;

- Locação de imóveis e quaisquer tipos de espaços privados, como granjas, para a realização de eventos particulares, independente da quantidade de pessoas;

- Auto-escolas e quadras de esportes.

Funcionamento da PJF

Na administração direta e indireta os gestores devem dar preferência ao trabalho remoto. O atendimento ao público em todos os órgãos da prefeitura fica suspenso, podendo ser feito somente por agendamento.

O Parque da Lajinha ficará fechado, enquanto estiver vigente a resolução 006, visando a segurança dos visitantes e funcionários, e como forma de evitar a propagação da doença.

A resolução completa está disponível no Atos do Governo: pjf.mg.gov.br/atos.


Leia também: PJF e forças de segurança se unem para garantir novas medidas de proteção contra covid-19

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.