Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A tecnologia foi a grande parceira da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) durante a pandemia do novo coronavírus. Através das redes sociais, a SEL buscou manter contato com centenas de seus alunos, levando qualidade de vida e atividades durante a quarentena. Professores de programas socioesportivos, como o “JF Paralímpico”, que atende pessoas com deficiência, e “JF Esporte e Cidadania”, que atende pessoas de todas as idades em dezenas de núcleos espalhados pelo município, enviaram, pelo menos, duas aulas por semana para os grupos de whatsapp de suas turmas. Os instrutores do “Bom de Bola” e do “Heróis do Futuro”, projetos que atendem crianças e adolescentes com esportes, como, futebol, vôlei, handebol e basquete, enviaram exercícios e desafios práticos e teóricos. As atividades foram elaboradas para serem feitas em casa, em espaços pequenos e com objetos de fácil acesso.

O aluno de handebol do projeto “Heróis do Futuro”, Giovane Jesus, gravou um vídeo chamando os colegas a assistirem as aulas online: "O professor está de parabéns, as aulas estão muito boas, não estão cansativas e estão bem divertidas. Está valendo a pena. É claro que é mais legal treinar em quadra, presencialmente, mas enquanto não podemos, o Wesley (instrutor do núcleo da Escola Estadual “Clorindo Burnier”) está enviando um conteúdo bem legal."

O whatsapp foi utilizado desde o início da quarentena. Além da criatividade, os vídeos exigem que os professores percam a timidez diante da câmera. O desafio é grande diante da necessidade de aprender novas tecnologias. A partir do mês de abril, a SEL passou a disponibilizar publicamente vários dos vídeos produzidos pelos professores, a partir da criação da playlist #SELemCasa (pjf.mg.gov.br/secretarias/sel/sel_emcasa), no YouTube. Em julho a SEL entrou no Instagram (@esportelazerpjf), publicando vídeos, divulgando os eventos virtuais e promovendo lives.

Em outubro a SEL promoveu sua primeira live. Os professores do Programa “JF Lazer” apresentaram ao vivo dez propostas de brincadeiras para serem realizadas dentro de casa, em comemoração ao Dia das Crianças. No mesmo mês, a equipe também produziu uma série de vídeos com propostas para os idosos, que foram enviados para as equipes que, tradicionalmente, participam dos “Jogos Interativos da Terceira Idade”.

Com o propósito de se aproximar, ainda que virtualmente, dos participantes dos eventos tradicionais da SEL, foi realizada a 1ª Corrida Virtual da SEL, que contou com 500 inscrições de diversos lugares do país. Nos meses de novembro e dezembro, a SEL mobilizou os participantes dos campeonatos de futebol, com o “Desafio virtual de embaixadinhas” e a “Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Solidário”. Os três eventos contaram com premiação ofertada pelo Grupo Bahamas, através de termo de patrocínio. O desafio das embaixadinhas recebeu 40 vídeos de meninos e meninas mostrando suas habilidades. As semifinais e finais foram presenciais, respeitando as regras de higiene e distanciamento. Já, a “Copa Solidária” teve a participação de dez equipes, que doaram, ao todo, mais de 400 kg de alimentos, entregues a instituições beneficentes. Também foram feitas 20 doações de sangue, que podem salvar até quatro vidas cada.

Fotos: Divulgação

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.