Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
Nesta segunda-feira, 12, começa em Juiz de Fora a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A vacinação será realizada em etapas e alguns grupos terão prioridades. Gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias do pós-parto), crianças a partir dos 6 meses e com menos de 6 anos, profissionais de saúde da rede pública e privada, professores, idosos com 60 anos ou mais são alguns deles. Além disso, serão imunizados profissionais das Forças Armadas e de Segurança e Salvamento, pessoas com comorbidades (com indicação médica) e caminhoneiros.

A vacina oferecida para a população será trivalente, ou seja, protege contra os três tipos principais do vírus influenza em circulação: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. O objetivo neste ano é vacinar 90% dos públicos-alvos.

Os pais devem levar o cartão de vacina das crianças a serem imunizadas. A vacinação contra a Influenza possibilita a prevenção e o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

A campanha de vacinação contra a Influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Assim, é importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19 para pessoas contempladas no grupo prioritário para a influenza e que ainda não foram vacinadas contra o coronavírus. Nestas situações, deve-se agendar a vacina Influenza, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Em relação à contraindicação, a vacina não é recomendada para menores de 6 meses e pessoas com histórico de alergia grave a ovo. A vacinação será ministrada em dose única, e pode ser recebida com qualquer outra vacina do calendário de imunização. Para quem foi contaminado pelo coronavírus, deve-se aguardar 30 dias após início dos sintomas para receber a vacina da Influenza.

Mesmo com a vacinação, as pessoas devem continuar mantendo as medidas de segurança contra a Covid-19, utilizando máscaras, álcool em gel e evitando locais com aglomerações.


Durante o período de imunização, as vacinas serão aplicadas em etapas:

Entre os dias 12 de abril a 4 de maio:

Crianças menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias anos): vacinação do Departamento da Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Nas UBSs, o atendimento será das 8h às 16h.

Gestantes e puérperas: vacinação do Departamento da Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, de segunda a sexta das 8h às 15h. Nas UBSs, o atendimento será das 8h às 16h.

Trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente da assistência à saúde contra doenças respiratórias: em seus locais de trabalho, e nas UBSs o atendimento será das 8h às 16h.

Na segunda etapa, entre os dias 11 de maio a 8 de junho:

Idosos com mais de 60 anos e professores da rede pública e privada: vacinação nas UBSs das 8h às 16h.

Na terceira e última etapa, entre os dias 9 de junho a 9 de julho:

Pessoas com comorbidades (com indicação médica), caminhoneiros, Forças Armadas e de Segurança e Salvamento: vacinação nas UBSs das 8h às 16h.

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.