Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A Guarda Municipal de Juiz de Fora divulgou relatório gerencial das ações desenvolvidas pelo órgão nos primeiros seis meses do ano. Os números apontam para o crescimento da atuação em todas as frentes. As ocorrências atendidas somaram 1.509 registros no período, se aproximando do total de todo o ano de 2020, quando 1.645 documentos foram gerados. As denúncias referentes aos decretos de enfrentamento da Covid-19 atingiram 7.499 chamados, total que ultrapassa as 6.362 denúncias recebidas durante todo o ano anterior, em 15,1%. O trabalho de apoio ao processo de imunização foi o que prevaleceu entre os registros da corporação, contabilizando 461 empenhos nos locais de vacinação, além de 338 rotas de entrega e de recolhimento dos insumos realizadas.

Os dados reforçam a disposição da Guarda Municipal em exercer sua função de apoio às ações da Administração. Desde janeiro de 2021, a instituição vem dando suporte logístico à vacinação no município. A presença nos postos de vacinação busca a garantia de tranquilidade para a população e para os profissionais que trabalham nestes locais. Dos 461 registros de empenho junto à vacinação, apenas quatro dizem respeito a ocorrências, que tiveram desfecho na delegacia, confirmando o papel de proteção e de prevenção exercido pela GM.

O trabalho das equipes ainda passa pela entrega e recolhimento das doses em diferentes pontos da cidade e pela manutenção de segurança nos pontos de armazenamento dos insumos. Unidades Básicas de Barreira do Triunfo, Vila Esperança, Santa Cruz, Cidade do Sol, São Judas Tadeu, Bairro Industrial, Jóquei Clube I e II, Esplanada, Jardim Natal, Milho Branco, Vila Ideal, Furtado de Menezes, Olavo Costa, Departamento do Idoso, Universidade Federal de Juiz de Fora, Restaurante Universitário, Vigilância Sanitária, Palácio da Saúde, Esporte Clube de Benfica e Sport Club de Juiz de Fora foram os locais onde a GM atuou, fazendo inclusive rondas preventivas nos equipamentos públicos.
Desde o início das ações de combate à proliferação do coronavírus em Juiz de Fora, o número da Central de atendimento da Guarda Municipal, 153, foi disponibilizado como canal para denúncias de descumprimento das normas sanitárias. Com funcionamento 24 horas, o setor vem cumprindo a sua função de registrar e encaminhar as demandas da população para o planejamento de ações junto aos órgãos de fiscalização.

Já a atuação conjunta em operações de fiscalização somaram 119 atividades executadas em diversas regiões da cidade. Nestas atividades, atuam simultaneamente, guardas municipais, fiscais de posturas, agentes de transporte e trânsito e policiais militares. A média de guardas por empenho é de 7,2. Outras 69 ações de fiscalização a estabelecimentos foram feitas exclusivamente por guardas municipais.

O relatório ainda demonstra que 59,8% das ocorrências registradas pela Guarda, 903 delas se deram por iniciativa, ou seja, o próprio integrante verificou alguma situação que gerou o encaminhamento. As demais 606, ou 40,2%, originaram de alguma solicitação feita pela população.

A Guarda Municipal de Juiz de Fora também realizou 73 ações integradas com outros órgãos e instituições. São ações em conjunto com a Polícia Militar, Polícia Civil, órgãos de meio ambiente e de fiscalização do município, reafirmando o propósito de integração das forças de segurança no cenário local. Em todas estas ações, a Guarda Municipal participou, não somente na parte operacional, mas principalmente na parte estratégica, contribuindo com o planejamento e sucesso das ações. Como na Operação Hefesto, que vistoriou 15 ferros-velhos do município, apreendendo quase duas toneladas de material de furto e três prisões por receptação. Participaram a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, a Receita Estadual da Fazenda, a Fiscalização de Posturas e a Guarda Municipal.

No período, a Guarda passou a atuar também em apoio ao recolhimento de animais silvestres. Integrantes foram treinados em parceria com a 4ª Companhia de Polícia de Meio Ambiente e o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), e equipamentos foram doados para a captura. Até o final de junho, 13 animais haviam sido recolhidos pela equipe.

A atuação cidadã da Guarda Municipal também é percebida nas diversas oportunidades em que seus integrantes se envolveram com a comunidade para além do trabalho específico de segurança. “O estreitamento do relacionamento com o cidadão, o olhar atencioso às demandas, o senso humanitário e a ação pró-ativa em favor dos menos favorecidos fazem parte da cultura da corporação, cujo lema é servir e proteger. Neste ano, a corporação deu início ao projeto “Guarda Amiga”, com o propósito de envolver seus integrantes em ações solidárias. Já fizemos doação de sangue coletiva e arrecadação de alimentos para uma instituição da cidade. E, novas ações estão programadas”, afirma o comandante da Guarda Municipal, Leandro Lisboa.

Segundo a Secretária de Segurança Urbana e Cidadania, Letícia Paiva Delgado, o balanço da atuação da Guarda Municipal neste primeiro semestre demonstra a importância da atuação da instituição para a promoção da segurança em nossa cidade. “Uma Guarda ativa, que esteja próxima à comunidade, atenta aos problemas que ocorrem no espaço público e que valorize a integração com as forças de segurança e os demais órgãos da administração, é um dos fatores que contribui para a redução dos indicadores de criminalidade nas cidades”, ressalta, indicando a coincidência deste trabalho de proximidade, com dados divulgados recentemente pela Polícia Civil que apontam a redução de registros de crimes violentos nos primeiros seis meses de 2020 em Juiz de Fora.

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.