Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) realiza, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), a campanha de multivacinação para atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Em 2021, a campanha de âmbito nacional, ocorre de 1º a 29 de outubro, sendo 2 de outubro o dia “D” de divulgação e mobilização em todo o país.

A multivacinação tem como objetivo facilitar o acesso às vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente; atualizar a situação vacinal; aumentar as coberturas vacinais e homogeneidade; diminuir a incidência e contribuir para o controle, eliminação e/ou erradicação das doenças imunopreveníveis nas crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade.

Manter a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes em dia é um desafio e uma questão de saúde pública, visto que doenças como o sarampo, a meningite e a caxumba afetam a saúde desses grupos etários, que também são importantes transmissores dessas doenças.

“A multivacinação é uma estratégia do Ministério da Saúde (MS) para atualizar a caderneta de vacinação, tanto das crianças, quanto dos adolescentes. Não é uma vacinação indiscriminada, para todas as crianças. A campanha é seletiva, para quem não está com o cartão em dia, principalmente neste momento de pandemia, em que muitas mães e responsáveis deixaram de levar as crianças nas UBSs. É um momento para colocar a caderneta de vacinação em dia”, explica Marcilene Chaves, supervisora do setor de imunização.

No sábado, 2, dia “D”, as pessoas poderão procurar qualquer uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, além do PAM Marechal, da Igreja Sagrado Coração de Jesus, localizada no bairro Bairu. Todos os locais irão funcionar das 8h às 17h, sem intervalo para almoço. Nos demais dias de outubro, apenas as UBSs irão ofertar as vacinas, no período das 8h às 11h, pois na parte da manhã estarão aplicando a vacina contra a Covid-19.

Fique atento

A SS reforça que é obrigatório apresentar a caderneta de vacinação durante a campanha, para receber as vacinas. Quem se vacinou contra a Covid-19 deve esperar pelo menos 14 dias entre o momento que recebeu a dose do imunizante contra o coronavírus para poder ser vacinado. Para quem foi diagnosticado com Covid-19, é recomendado ao menos 30 dias de espera entre o começo dos sintomas ou teste positivo (no caso dos assintomáticos) para receber a vacina.

De acordo com o próprio Ministério da Saúde (MS), a pasta realiza ações de multivacinação desde os anos 1980, no entanto a campanha exclusiva para multivacinação passou a ocorrer a partir de 2012, com o intuito de reduzir o número de oportunidades perdidas de vacinação. A campanha envolve as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, das Secretarias Estaduais de Saúde (SES) e Secretarias Municipais de Saúde (SMS). O MS estima o funcionamento de aproximadamente 40 mil postos de vacinação, com o envolvimento dos recursos humanos que atuam nos serviços de vacinação da rede pública em todo o Brasil.

Foto: Pixabay


uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.