Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
Receber a segunda dose e a vacina de reforço é essencial para a proteção ampliada contra a Covid-19. Quanto mais pessoas com o esquema vacinal completo, menos o vírus circula e, consequentemente, diminuem de forma considerável os casos graves, os quais demandam internação e que podem levar à morte. Ao longo da campanha de imunização contra o coronavírus, realizada pela Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), a cidade esteve acima das médias estadual e nacional na aplicação de vacinas. Entretanto, neste momento em que a variante Ômicron chegou ao Brasil, quando os números de casos voltaram a subir em diversos países da Europa com a “quarta onda”, a PJF reforça a importância das pessoas buscarem pela vacina o mais breve possível.

O número de casos, internações e óbitos no município caíram nos últimos meses e isso é fruto do sucesso da vacinação. A população não pode relaxar neste momento neste momento para que a situação não volte a se agravar, como ressalta o subsecretário de Vigilância em Saúde, Jonathan Ferreira. “Diante de um cenário epidemiológico de incerteza e surgimento de novas variantes do coronavírus, a vacina ainda continua a ser a medida mais eficaz e a forma mais segura de prevenir contra a doença. Você que está apto a receber a dose e ainda não foi, procure a unidade de saúde mais próxima. Lembrando que a vacina é medida eficaz contra hospitalizações e casos graves e, consequentemente, responsável pela queda do número de óbitos”.

No momento, 37.157 mil pessoas que estão aptas a receber a segunda dose contra a Covid-19 ainda não compareceram para recebê-la, enquanto outras 53.757 mil poderiam tomar a vacina de reforço e não foram a um dos 47 pontos de imunização espalhados pela cidade. Isto ocorre por diversos fatores e a Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) tem buscado mapeá-los e trabalhado para que as pessoas completem o esquema vacinal. Jonathan reforça o chamamento para que as pessoas recebam a 2ª e vacina de reforço. “É importantíssimo que as pessoas estejam com o esquema vacinal completo, e que os que já estejam elegíveis para a dose de reforço, ou a chamada popularmente como a terceira dose, busquem pela vacina nos postos de vacinação.”

Com o número considerável de pessoas que poderiam e ainda não receberam as doses complementares, a secretária de Saúde, Ana Pimentel, reforça a eficiência da vacina e pede para que a população se vacine. “A vacina contra a Covid-19 é segura e a experiência em nossa cidade e em todo mundo comprova que ela é a forma mais eficiente para diminuirmos a mortalidade pelo vírus. Com a vacinação realizada pelo SUS, nós superamos diversas doenças e ela é o caminho para superarmos também a pandemia da Covid-19. Reforço o pedido para que a população juiz-forana vá a um dos mais de 45 postos de imunização presentes em todas as regiões da cidade para receber A segunda dose e a dose de reforço. Não deixe de se vacinar e estimule seus parentes e amigos a buscarem a vacina. ", afirma Ana.

Adesão à primeira dose foi grande e é importante manter os bons números

Com mais de 945 mil doses aplicadas e ultrapassando o número de 460 mil pessoas que receberam ao menos uma dose, a vacinação contra a Covid-19 em Juiz de Fora teve adesão alta, mas no momento, por diversos motivos, algumas pessoas têm relaxado e demorado a voltar para receber a segunda dose ou a dose de reforço, mesmo tendo pontos de vacinação em todas as regiões através das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ao longo da semana, vacinação depois do expediente de trabalho, com a aplicação de vacinas contra a Covid-19 e também contra a Influenza sendo oferecidas de segundas à sexta, até às 20h no Pam Marechal, além de disponibilização de pontos de vacinação aos sábados.

Vale ressaltar que a maior parte destas pessoas não estão com atraso grande e parte estaria dentro do prazo não fosse a mudança de aprazamento, que é o intervalo entre uma dose e outra. Houve a diminuição do intervalo entre primeiras e segundas doses de alguns imunizantes, como no caso da Pfizer, que passou de oito semanas para 21 dias recentemente, e também da segunda dose para a dose de reforço. Ainda assim, o número de pessoas atrasadas é grande e a PJF, através das suas redes sociais, site e da mídia em geral, tem reforçado o chamado para que a população tome a vacina o quanto antes e siga o novo intervalo entre as doses, para que desta forma estejam mais seguros.

A vacina é segura e essencial para a proteção de todos

A diminuição do número de contaminações pelo vírus, de internações e de mortes fez com que parte das pessoas relaxassem os cuidados, inclusive não retornando para completar o esquema vacinal. Outro fator que atrasa a vacinação é a demora da entrega das segundas doses do imunizante Janssen por parte do Ministério da Saúde (MS). A PJF aguarda a chegada desta remessa, prevista para o fim desta semana ou começo da próxima.

Os eventos adversos decorrentes da vacinação são brandos na maioria dos casos e, mesmo quando os efeitos colaterais são fortes, ainda assim eles são bem menos impactantes à saúde que contrair o vírus. Mesmo assim, parte das pessoas não volta para serem vacinadas por receio dos efeitos colaterais. Pesam também as crescentes campanhas antivacina realizadas. Entretanto, pesquisas realizadas ao redor do mundo demonstram a segurança e eficiência dos imunizantes, que são a principal forma de se combater a proliferação e evitar casos graves que levam a óbito.

As unidades de saúde realizam junto às populações locais este trabalho de conscientização sobre a necessidade de ter o esquema vacinal completo. Além disso, a SS vem realizando outras importantes ações, como a vacinação dos acamados em suas casas, garantido que a proteção da vacina chegue a este público. Os diversos horários e locais disponíveis para a vacinação foram pensados para levar o imunizante para perto das casas das pessoas e a adesão à primeira dose foi alta. Entretanto, preocupados com a queda da busca pela 2ª dose vacina de reforço, já estudamos novas estratégias para aumentar o número de juiz-foranos com o sistema vacinal completo ao longo das próximas semanas.


Vacina Janssen

Cerca de 15 mil pessoas receberam a dose de Janssen em Juiz de Fora. Naquele momento, a vacina era tida como imunizante de dose única. Estudos posteriores mostraram a necessidade de uma outra dose para se ter o esquema vacinal completo, da aplicação de segunda dose desse imunizante. No momento, a SS aguarda o recebimento de uma nova remessa deste imunizante por parte do Ministério da Saúde (SS), para oferecermos a segunda dose a este público. Há previsão de entrega do imunizante aos estados e posterior distribuição aos municípios nesta primeira metade de dezembro.

Públicos que estão sendo vacinados

Primeira dose - Todas as pessoas a partir de 12 anos que por qualquer motivo ainda não tenha buscado pela vacina

Segunda dose de AstraZeneca - Todas as pessoas que receberam este imunizante há pelo menos 8 semanas

Segunda dose de Coronavac - Todas as pessoas que receberam este imunizante há pelo menos 28 dias

Segunda dose de Pfizer - Todas as pessoas que receberam este imunizante há pelo menos 21 dias

Vacina de reforço para imunossuprimidos - Pessoas imunossuprimidas que receberam a segunda dose de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer há pelo menos 28 dias

Vacina de reforço - As pessoas que receberam a segunda dose de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer no dia 25 de julho ou antes


Juiz de Fora vacina em 47 locais atualmente, de segunda à sexta:

Departamento de Saúde do Idoso (DSI)* - das 8h às 11h
Rua Batista de Oliveira, 943, Granbery.

*O Departamento de Saúde do Idoso realiza a vacinação dos idosos a partir de 60 anos que tenham que receber primeira, segunda dose ou a vacina de reforço.

Pam Marechal - das 14h às 20h
R. Mal. Deodoro, 496, no Centro

10 UBSs referência - das 8h às 11h e das 13h às 16h*

UBS Bairro Nossa Senhora de Lourdes, Rua Inácio Gama, 813;
UBS Benfica, Rua Guararapes, 106;
UBS Milho Branco, Rua Nicolau Schuery, s/nº
UBS Nossa Senhora Aparecida, Rua Nossa Senhora Aparecida, 775;
UBS Santa Cecília, Rua Gabriel Rodrigues, nº 900
UBS Santa Luzia, Rua Torreões, s/nº
UBS São Pedro, Rua João Lourenço Kelmer, 1.433;
UBS Parque Guarani, Rua Sofia Rafael Zacarias, 685;
UBS Progresso, Rua Jorge Knopp, nº 119
UBS Vila Ideal, Avenida Francisco Valadares, 1.910

35 UBSs que vacinam de 8h às 11h:

- UBS Alto Grajaú, Rua Doutor Leonel Jaguaribe, 178;
- UBS Bairro Industrial, Rua João Gualberto,110;
- UBS Barreira do Triunfo, Avenida Juscelino Kubitscheck, s/nº;
- UBS Borboleta, Rua Tenente Paulo Maria Delage, 229;
- UBS Centro Sul, Av. Barão do Rio Branco, 3.132, Centro;
- UBS Cidade do Sol, Rua Gustavo Capanema, 70;
- UBS Dom Bosco, Rua João Manata, 93;
- UBS Esplanada, Rua Bias Fortes, 74;
- UBS Filgueiras, Rua Orlando Riani, 2.200;
- UBS Furtado de Menezes, Rua Furtado de Menezes, 19;
- UBS Grama, Praça Áureo Carneiro s/n;
- UBS Granjas Bethânia, Rua Nove de Julho, 294;
- UBS Ipiranga, Rua Etiene Loures, 85;
- UBS Jardim da Lua, Rua Natalino José de Paula, 314;
- UBS Jardim Esperança, Rua Padre João Micheleto, 35;
- UBS Jardim Natal, Rua Tenente Lucas Drumond, 370;
- UBS Joquei Clube I, Rua Antonio Armando Pereira, 140;
- UBS Joquei Clube II, Rua Antônio Guimarães Peralva, 130;
- UBS Linhares, Rua Ministro Odilon Braga, s/nº;
- UBS Marumbi, Rua Barão do Retiro, 1.462;
- UBS Monte Castelo, Rua Doutor Oswaldo Mascarenhas, s/nº;
- UBS Nossa Senhora das Graças, Rua Queluz 72;
- UBS Nova Era, Rua Guimarães Júnior, 850;
- UBS Retiro, Rua Sebastião Cardoso, 41;
- UBS Santa Cruz, Rua Doutor Antônio Mourão Guimarães, 245;
- UBS Santa Efigênia, Rua José Ferreira, 13;
- UBS Santa Rita, Rua José Vicente, 390;
- UBS Santo Antônio, Rua Pedro Trogo, 285;
- UBS Santos Dumont; Rua Álvaro José Rodrigues, 25;
- UBS São Judas Tadeu; Rua Ernesto Pancini, 446;
- UBS São Sebastião; Rua Jorge Raimundo, 209;
- UBS Teixeiras; Rua Custódio Furtado de Souza, 131;
- UBS Vale Verde; Rua Marciano Pinto, 685;
- UBS Vila Esperança; Rua Nova, 30;
- UBS Vila Ideal; Avenida Francisco Valadares, 1910;
- UBS Vila Olavo Costa; Rua Jacinto Marcelino, 16.

*As UBSs referência às quintas-feiras vacinam apenas no turno da manhã, das 8h às 12h.


uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.