Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) inicia os preparativos para realização do primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa) de 2021. Este ano o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA) não registrou casos de dengue.

O coordenador geral de campo da equipe de agentes de endemias, Juvenal Marques Franco, alerta para a importância da colaboração dos juiz-foranos para que a situação seja mantida sob controle e para que seja evitado o enfrentamento das epidemias de Covid-19 e da dengue.

Os agentes de endemias continuam visitando casas, porém, em função do coronavírus não têm entrado nas dependências. Assim que chega ao conhecimento da equipe um caso suspeito, o local é vistoriado e aplicado inseticida. Francol explica que a maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, se encontram em moradias.

Há pontos estratégicos, com maior propensão ao aparecimento do mosquito, monitorados quinzenalmente. São borracharias, grandes indústrias, ferros velhos, depósitos de veículos, cemitérios e rodoviária.

O último LIRAa foi realizado, em Juiz de Fora, em janeiro de 2020 e revelou índice de infestação de 3,6, considerado situação de alerta. Em 2020, a cidade registrou 144 casos de dengue e, em 2019, 7.170.

Foto: Carlos Mendonça

uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.