Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
O combate ao coronavírus (Covid-19) e o processo de imunização, iniciado no município no dia 21 de janeiro fez com que uma ferramenta para monitoramento e controle da vacinação fosse necessária. Assim, a plataforma Busco-saúde, fruto da parceria entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi desenvolvida.

O sistema está sendo utilizado pelas equipes de vacinação da Secretaria de Saúde (SS) que, neste momento, estão indo aos hospitais e estabelecimentos de saúde para realizar a imunização dos trabalhadores da saúde. A plataforma permite armazenar e atualizar dados como o número de pessoas vacinadas, a quantidade de vacinas disponíveis, os locais de aplicação e os trabalhadores envolvidos no processo em tempo real.

Esse processo confere maior segurança ao processo de vacinação, já que será necessário aplicação de duas doses para ser imunizado. A intenção é que o registro também seja utilizado para a realização de análises epidemiológicas sobre a pandemia em Juiz de Fora.

Segundo a Subsecretária de Vigilância em Saúde, Cecília Kosmann, “essa plataforma é muito importante porque essa campanha de vacinação contra a Covid é muito diferente de outras campanhas feitas anteriormente pelo SUS. Nessa imunização nós precisamos ter o registro nominal individualizado de cada vacinado e o rastreio de quando tomou a primeira dose, qual vacina foi aplicada, uma vez que estamos trabalhando nesse momento com duas vacinas”, relata.

Cecília explica que a plataforma é fundamental para ter a segurança da informação e fazer a imunização da forma correta. O sistema é fundamental para a agilidade do processo e confiabilidade além de ser uma forma de evitar situações de ‘fura filas’ e de perda do prazo para a segunda dose.

O sistema é acessível para gestores municipais, pesquisadores e profissionais autorizados, sendo desenvolvido por meio de uma parceria entre Prefeitura de Juiz de Fora, UFJF e a startup Automaway, incubada pelo Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt).

O coordenador do Programa de Pós-graduação em Saúde e integrante do Grupo de Modelagem Epidemiológica da UFJF, Fernando Colugnati, disse que o sistema vai possibilitar à Prefeitura trabalhar com dados organizados de maneira sistemática e de fácil acesso. “Qualquer avaliação da Vigilância ficará mais fácil.”

A professora Priscila Capriles, coordenadora do Grupo de Modelagem Computacional Aplicada da UFJF, afirma que o monitoramento possibilitado pela Plataforma Busco-Saúde amplia a segurança do processo de imunização e evita situações como perda de prazo para aplicação da segunda dose da vacina ou de “fura filas”.

Outras informações:
(32) 3690-7389 - Secretaria de Saúde





uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.