Acesso ao site VLibras
  |             |  
Ir para Conteúdo 1 Ir para Menu 2 Ir para Rodapé 3 Ir para Acessibilidade 4 Ir para Mapa Site 0
imagem de loader quanto carrega a página
A Secretaria de Educação (SE) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) realiza nesta sexta-feira, 30, às 18 horas, uma nova live do projeto “Cadinho de Prosa”. O tema agora é “Inventamos ou erramos: atitudes decoloniais para outros letramentos na escola” e tem a participação do professor Alexandre José Cadilhe. Ele é professor adjunto da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Doutor em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

“Inventamos ou erramos” é uma máxima proposta pelo educador venezuelano Simón Rodriguez no início do séc. XIX, que nesta fala é atualizada como dispositivo de reflexão para analisarmos os desafios de uma educação em tempos de pandemia, onde são intensificadas as desigualdades sociais e os desafios da escola diante delas, a qual experimenta a “cruel pedagogia do vírus”, com diria Boaventura de Sousa Santos. Os desafios pensados são situados no âmbito de ensino de línguas e das práticas de linguagem na escola, considerando alguns princípios de uma educação decolonial que possam tornar o ensino mais significativo aos tempos de hoje.

“Cadinho de Prosa”

O projeto é uma ação de formação, direcionada aos professores e coordenadores pedagógicos da rede municipal de ensino, visando propor reflexões e discussões sobre educação durante a pandemia. Ao longo do projeto já foram realizadas outras edições de live e webinar, com temas diferentes.

Elaborado pela SE, o projeto tem como objetivo favorecer articulações pedagógicas neste período de isolamento social, proveniente das medidas sanitárias de combate ao novo coronavírus (covid-19). A ação cria um percurso singular para a educação no Município, tendo como proposta se distanciar dos modelos convencionais de aulas remotas.

O site do “Cadinho de Prosa” apresenta textos e conteúdos audiovisuais que têm como base cultura, arte, conhecimentos, saberes e criações humanas, compondo repertórios que podem ser vivenciados em diferentes contextos da vida social.

Através do link, por meio de computadores, tablets ou smartphones, a pessoa tem acesso a diversos conteúdos, de forma totalmente gratuita, escolhidos para melhor atender à demanda do público neste momento. Entre eles, dicas de livros digitais, sugestões de brincadeiras, opções culturais e guia de atividades. Outras informações sobre o projeto podem ser obtidas através do link.


uma imagem de x

Juiz de Fora contra o Coronavírus | PJF
Portal informativo e educativo para auxiliar no combate ao Covid-19.